Sensores inteligentes, para que servem?

Postado em 18 dezembro 2019

Sensores inteligentes, para que servem?

O estudo "Latin America Finds its Voice", da agência de marketing digital iProspect, apontou que 49% dos usuários de smartphone no Brasil já usam assistentes de voz. E o número tende a crescer. Isso por causa da recente chegada da Alexa, assistente virtual por voz da Amazon, ao país.

Neste post iremos focar em um componente específico da smart home; os sensores inteligentes.

A maioria dos sensores inteligentes são de movimento ou de abertura de portas/similares mas também existem sensores de fumaça, de temperatura, anti-alagamento (colocado junto à sua caixa d'agua, por exemplo) etc.

Sensores inteligentes para que servem?

Sensores inteligentes são para pessoas que desejam passar de uma variedade de dispositivos de casa inteligente para um sistema que trabalha em conjunto, geralmente automaticamente. Tudo conectado ao aplicativo no seu smartphone ou tablet onde você receberá avisos e notificações.

Os sensores são principalmente dispositivos sem fio pequenos e discretos que transmitem informações sobre o que está acontecendo em sua casa a outros dispositivos da casa inteligente, para que eles possam interagir e diagnosticar situações e problemas. Você pode integrar os sensores com fechaduras inteligentes, câmeras inteligentes, hubs, iluminação em geral, smart plugs e uma série de outros dispositivos.

Dependendo do sensor, ele pode detectar movimento, mudanças de temperatura ou quando as coisas abrem ou fecham (ou qualquer combinação delas, além de outros eventos).

Quando configurados adequadamente, os sensores podem acionar ações em outros dispositivos compatíveis. Por exemplo, um sensor de movimento posicionado pela porta da frente pode dizer à sua casa para acender as luzes, ajustar o termostato e diminuir as persianas quando alguém chegar durante um período de tempo definido.

 Os sensores permitem que você configure sua casa inteligente para executar no piloto automático.

Depois de configurar os sensores em sua casa, você pode usar o aplicativo Home (pré-instalado em todos os iPhones e iPads) para criar cenas e automações que, em seguida, usam esses sensores para informar à sua casa como reagir a movimento, temperatura e atividade. Você também pode adequar essas ações à hora do dia e a quem está em casa. Por exemplo, você pode ter as persianas mais baixas apenas depois do pôr do sol ou personalizar as luzes acesas com base em quem chega em casa e quando (que o sistema HomeKit detecta com base na presença do smartphone).

No Brasil já temos opções disponíveis como o kit Casa Segura da Positivo que também é integrado com a Alexa da Amazon.

Os sensores também podem funcionar como dispositivos de segurança. Por um lado, você pode optar por receber notificações automáticas por smartphone quando os sensores detectarem movimento em uma sala ou em uma porta que se abre quando ninguém deve estar em casa. Mas os sensores também fornecem informações contextuais úteis, para que você possa verificar o status da sua casa a qualquer momento, olhando para o aplicativo Home ou perguntando à Siri "Qual é a temperatura no quarto?" Ou "A porta da frente está aberta?"

Gostou das nossas dicas? Aproveite os descontos e frete grátis em nossa loja e entre na onda da convêniência smart home com a Ocanova. 

0 comentários

Deixe um comentário

Todos os comentários do blog são verificados antes da publicação

Posts recentes

Seja bem-vindo!

Cadastre-se com seu e-mail e receba nosso newsletter e promoções em primeira mão!