Coronavírus, como desinfetar seu smartphone? Saiba mais, aqui!

Postado em 08 março 2020

Coronavírus, como desinfetar seu smartphone? Saiba mais, aqui!

Provavelmente você não precisa desinfetar o seu celular ou outros dispositivos para evitar a contaminação do Coronavírus mas seguem abaixo algumas dicas, caso você queira fazê-lo:

O ataque de notícias sobre coronavírus tem deixado muitas pessoas aflitas e sem saber como proceder - especialmente sobre as coisas que tocamos.

Para a maioria de nós, é fácil seguir os conselhos de não colocar as mãos no rosto ou lavar as mãos sempre que tocamos em corrimão de escadas, botões de elevadores, maçanetas em geral etc.

Mas e os smartphones com que lidamos o dia todo? Sim, seu telefone está coberto de germes o tempo todo - uma verdadeira placa de Petri ( aquelas de laboratório) portátil que você carrega para cima e para baixo com você. Esse tipo de preocupação levou alguns meios de comunicação a aconselhar as pessoas a limpar seus telefones para diminuir a propagação do coronavírus.

Mas, a menos que suas coisas entrem em contato com uma gota de muco ou saliva de uma pessoa potencialmente infectada, não achamos que você precisa se preocupar em limpar constantemente seus equipamentos pessoais.

"A menos que você entregue seu telefone a outra pessoa ( isso deve ser evitado à todo custo) , essa é provavelmente a coisa menos provável de ser contaminada por outra pessoa", disse Sankar Swaminathan, chefe da Divisão de Doenças Infecciosas da Faculdade de Medicina da Universidade de Utah. "As superfícies com as quais você precisa se preocupar são as que são tocadas por outras pessoas."

Os especialistas ainda não sabem quanto tempo o vírus que causa o Covid-19 pode sobreviver na superfície. Embora uma análise de 22 estudos tenha constatado que outros coronavírus podem viver em metal, vidro ou plástico por algumas horas a uma estimativa externa de nove dias, não há razão para acreditar que você contrairá o vírus transferindo-o para seus próprios fones de ouvido.

"Lembre-se de que não há evidências reais de que a transmissão esteja ocorrendo fora do campo de pessoa para pessoa", disse o Dr. Robert Murphy, diretor executivo do Instituto de Saúde Global da Faculdade de Medicina Feinberg da Northwestern University.

Mais importante do que higienizar seus próprios bens, é ter cuidado ao interagir com objetos tocados regularmente por outros seres humanos em rápida sucessão. “Um caixa eletrônico quase certamente foi tocado continuamente por centenas de pessoas. A maquininha de cartão de PIN do seu supermercado está sendo tocada por centenas de pessoas ”, disse Swaminathan. Se você tocar em uma destas use um desinfetante ou lave as mãos o mais rápido possível. 

Como o vírus entra no corpo através dos olhos, nariz e boca, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças recomenda a lavagem frequente e completa das mãos como a melhor proteção contra infecções. Murphy disse para se concentrar nisso, em vez de examinar seus pertences pessoais. "O vírus é instável fora do corpo humano ou animal", acrescentou.

Ainda assim, há situações em que outras pessoas tocam nossos smartphones, por exemplo,  você decide compartilhar um vídeo ou meme do WhattsApp ou no YouTube com os amigos, nesta caso você tem uma razão para desinfetar suas coisas.

Mas atenção; nem todos os seus gadgets pessoais ou smart home podem lidar com umidade, abrasivos ou solventes, e sua garantia poderá ser anulada se você usar um liquido proibido em um dispositivo.

Como desinfetar um telefone ou tablet, sem danificá-lo!

  • Sempre desconecte da tomada seu telefone ou tablet antes de tentar limpá-lo.
  • Não borrife seu dispositivo diretamente e evite pingos de liquido nos orifícios e aberturas.
  • Prepare com um pano seco e macio para remover detritos e impressões digitais. Nunca use materiais de fibra de papel, como um lenço de papel ou uma toalha de papel, pois são mais abrasivos e podem arranhar.
  • Telefones diferentes podem lidar com produtos de limpeza diferentes; portanto, consulte o site do fabricante. Para o Pixel 3a, o Google recomenda o uso de "sabonetes comuns ou toalhetes de limpeza", conforme necessário, e não especifica restrições aos lenços à base de álcool. (Nós ainda não testamos isso.) A Apple não recomenda o uso de álcool (geralmente o ingrediente ativo em panos desinfetantes) ou outros produtos de limpeza e solventes, pois podem danificar o revestimento resistente a óleo no iPhone e iPad. Provavelmente a melhor idéia seja utilizar um paninho com sabão e deixar secar

Como limpar computadores, teclados, controles remotos e mouses compartilhados
Seu laptop pessoal provavelmente estará seguro,pois terá os germes que geralmente estão no seu corpo. No entanto, se você compartilhar um computador com outras pessoas no trabalho, limpe-o suavemente.

  • Sempre desconecte seus dispositivos (e remova as baterias, se possível) antes de tentar limpá-los.
  • Nunca pulverize seu laptop diretamente.
  • Nunca use materiais de fibra de papel, como um lenço de papel ou uma toalha de papel, pois são mais abrasivos e podem arranhar.
  • Novamente, diferentes fabricantes de computadores têm regras diferentes sobre quais produtos de limpeza são permitidos. Você deve conseguir limpar o a parte externa e o teclado com um pano desinfetante à base de álcool. Deixe-os secar completamente. (A Lenovo sugere usar um pano macio umedecido com álcool para limpar o teclado, certificando-se de não derramar líquidos nas aberturas.) Mais uma vez, a Apple não recomenda o uso de álcool, para evitar danificar o revestimento resistente a óleo em seus laptops, teclados e trackpads. Você pode considerar a possibilidade de obter uma película para a tela de seu laptop, para que possa ser desinfetada sem danificar a máquina.

Conclusão

Sim, seu telefone está sempre coberto de germes mas não existe comprovacão científica sobre quanto tempo o vírus que causa o Covid-19 pode sobreviver em sua superfície. Regras de Ouro: evite compartilhar seu smartphone com outras pessoas nestes tempos de Coronavírus, evite colocar as mãos no rosto e lave frequentemente suas mãos com agua e sabão.

Mas fica a dúvida; estamos o tempo todo tocando outras superfícies no dia a dia sem saber se estão contaminadas e em ato contínuo: tocamos em nossos smartphones...

Na verdade não parecem existir garantias 100% seguras neste assunto...mas esperamos que o artigo tenha sido útil.

Qual a sua opinião? Deixe aqui em baixo...

P.S. Artigo traduzido e adaptado do www.thewirecutter.com - uma empresa do grupo The New York Times

1 comentário

  • Carla Guth: March 08, 2020

    Conteúdo sensacional!!!!!! Não havia pensado em quanto estamos expostos e que podemos ter alguns cuidados básicos. Obrigada por compartilhar!!!!!!

Deixe um comentário

Posts recentes

Seja bem-vindo!

Cadastre-se com seu e-mail e receba nosso newsletter e promoções em primeira mão!